Big data para informática médica


O Big Data está sendo testado para diagnosticar doenças e encontrar tratamentos de saúde eficazes. Para tanto, a ideia é integrar em um ambiente de saúde digital todas as informações médicas de determinado paciente, como diagnósticos recentes, sensações físicas e emocionais, atividades realizadas no dia a dia, sinais vitais, dentre outras, e monitorá-las em tempo real, criando um banco de dados com o perfil clínico de cada paciente. Além disso, quando aliada à softwares de Inteligência Artificial, essa tecnologia em saúde pode registrar as melhores terapias para determinados problemas de saúde e criar um protocolo mais assertivo e recomendá-lo para indivíduos com perfis semelhantes. Neste caso, os especialistas terão acesso aos casos clínicos semelhantes que ocorreram no Brasil inteiro e poderão avaliar se o tratamento recomendado se encaixa ou não para o seu paciente. Para a SBIS, o fator humano sempre será determinante e indispensável na hora do atendimento ao paciente. Logo, o Big Data pode ser usado como uma incrível ferramenta para auxiliar os médicos no armazenamento e interpretação de um grande volume de informações, permitindo que lhe seja dado um cuidado personalizado. hashtag

Comentários

Veja mais

Contatos e canais de contratação nos Hospitais

MANUAL DE INDICADORES DE HOTELARIA HOSPITALAR e CADERNO DE PROCESSOS E PRÁTICAS DE HOTELARIA HOSPITALAR

Vagas disponíveis para trabalhar no Hospital Erastinho - Curitiba