Carrinhos para crianças são usados em Hospitais Brasileiros




Depois que fizemos o Repost da matéria do Jornal El País em nosso Blog:

"De conversível para a sala de cirurgia "
e figura ao lado.

recebemos alguns contatos de leitores informando que práticas parecidas estavam sendo realizadas aqui no Brasil.

O primeiro contato foi de Denise Franco Coletti que nos enviou uma foto em um Hospital no interior de São Paulo

" ... ao transportar as crianças, elas entram muito mais descontraídas ... "
Denise



Ascânio Amaral, do Hospital do Coração de Alagoas

"Também utilizamos ... Super funciona ! "
Ascânio






No Hospital Moinhos de Vento:

Também nos avisaram de que o Hospital Moinhos de Vento em Porto Alegre também tinha uma prática parecida, achamos no próprio site do Hospital o registro desta.

Segue o registro do Hospital:


Hospital Moinhos de Vento terá carrinhos para crianças em atendimento e internação
Parceria garante diversão e alívio de tensão aos pequenos
Desde a manhã da última quinta-feira (14), o Hospital Moinhos de Vento conta com seis carrinhos de controle remoto para as crianças que se deslocam até o bloco cirúrgico, as unidades de internação, a oncologia pediátrica e a futura Emergência Pediátrica. O brinquedo permite que os pequenos pacientes “dirijam” pelos corredores da instituição em uma experiência mais descontraída.
A prática busca aliviar a tensão do ambiente hospitalar e reduzir o estresse dos pequenos. A proposta é desenvolver uma melhor experiência de pacientes e seus acompanhantes. O superintendente Administrativo e de Infraestrutura do Hospital Moinhos de Vento, Evandro Moraes destaca que a ideia foi inspirada no que já ocorre em hospitais na Espanha e nos Estados Unidos. “Apresentamos a proposta para alguns fornecedores e tivemos o rápido retorno positivo de diretores e proprietários. Cada um comprou o seu carrinho e realizou a doação para o Hospital”, detalhou.
O primeiro teste foi realizado por seis motoristas de dois à três anos, alunos da Escola de Educação Infantil Werner Schwuchow. A estrutura dos mini automóveis conta com pedais, luzes, buzina, e até reprodutor de áudio. A capacidade máxima é de 30kg.
O superintendente Executivo do Hospital Moinhos de Vento, Mohamed Parrini saudou a iniciativa e destacou que o voluntariado deve ser mais praticado e incentivado no Brasil. “Temos que disponibilizar mais essas experiências que ocorrem no mundo. Há muitos parceiros que desejam ser solidários, mas desconhecem formas de ajudar. Criar uma cultura assim permitirá o surgimento de mais ações como essa, em prol da sociedade”, ressaltou.
O investimento é uma parceria com fornecedores do Hospital: Medcare, Construtora Tedesco, GPS Segurança Patrimonial, MA Hospitalar, SafePark e GV Energy. Os representantes das empresas alinharam o discurso para frisar que além do aspecto comercial e de negócios, a iniciativa os leva a participar de algo maior e mais humano.
O Moinhos de Vento também destacou esta prátca em sua página no Linkedin:

Com o objetivo de promover uma experiência mais descontraída às crianças, o Hospital Moinhos de Vento passa a contar com uma frota de seis carrinhos de controle remoto.

Os brinquedos vão permitir que os pequenos pacientes “dirijam” pelos corredores da Instituição. A ideia foi inspirada em hospitais na Espanha e nos Estados Unidos. O investimento é uma parceria com fornecedores do Hospital.



No Hospital Sabará:


A partir de março, o processo de transferência das crianças de sua unidade de origem até o centro cirúrgico ganha uma novidade que está chamando atenção dos pequenos e até dos adultos. Carrinhos elétricos, personalizados, estão sendo utilizados para realizar esse transporte.
“Essa é uma iniciativa para humanizar e individualizar cada vez mais o cuidado com as nossas crianças, pais e familiares”, conta a gerente de Enfermagem do Sabará Hospital Infantil, Magda Budzinski.
Para ela, “o objetivo do carrinho é aproximar as crianças das atividades lúdicas do cotidiano. Além de dar a oportunidade aos pais de se ajustarem à separação dos filhos quando são encaminhados ao centro cirúrgico”. O Sabará tem como premissa que criança não é um adulto pequeno, por isso precisa de um tratamento diferenciado por parte de toda a equipe de saúde, para entender e compreender a situação do paciente e de seus familiares. Promover alegria, empatia e atendimento de qualidade às crianças faz parte da rotina da Instituição.


No Hospital e Maternidade Jaraguá:


Pietro, de cinco anos, fez o "passeio inaugural" e aprovou a experiência(Foto: Vanessa Felizardo / Divulgação)
Levar uma criança para a cirurgia nem sempre é uma tarefa fácil. Não acostumada ao ambiente hospitalar, muitas vezes, ela pode se sentir assustada ao não compreender os protocolos e exigências que ajudam a garantir o sucesso do procedimento. Mas, deixando o momento um pouco mais lúdico tudo muda. E foi exatamente essa a aposta do Hospital e Maternidade Jaraguá ao adquirir um carrinho elétrico de brinquedo para o Centro Cirúrgico. Nesta semana, a unidade colocou em funcionamento a ideia, que já é um sucesso. A bordo do veículo, no passeio inaugural, o menino Pietro Rafael Martins Somense, de apenas cinco anos, aprovou a novidade.
— Ficou mais divertido — comentou Pietro.
O carrinho está sendo utilizado no trajeto entre a sala de preparo e a sala de cirurgia do hospital. Além de aliviar a tensão das crianças, ele ainda deixa o atendimento mais humanizado, o que foi confirmado por Janice Aparecida Martins, mãe de Pietro.
— Ele estava nervoso e se acalmou com o passeio — enfatizou.
A iniciativa foi uma sugestão do cirurgião cardíaco Thales Cantelle Baggio. Para atender a ideia garantindo a aquisição do equipamento, o grupo de voluntários do hospital repassou R$ 1.550 provenientes do Bazar do Hospital e Maternidade Jaraguá Juntamente com o passeio de carrinho, antes da cirurgia, as crianças também recebem um Certificado de Bravura. Ele atesta a coragem dos pequenos em enfrentar um procedimento cirúrgico. O Hospital e Maternidade Jaraguá foi adquirido pela Comunidade Luterana em 1966. A UTI Neonatal e Pediátrica foi inaugurada em 1999 e, dois anos depois, o hospital recebeu o título Amigo da Criança pelo UNICEF. Em 2012, recebeu prêmio SANTÉ, ligado ao MCE, e o prêmio Criança ABRINQ 2012.

Já em Salvador (Bahia) ,

A iniciativa foi destaque do telejornal local:


Fontes:

Comentários

Veja mais

Contatos e canais de contratação nos Hospitais

MANUAL DE INDICADORES DE HOTELARIA HOSPITALAR e CADERNO DE PROCESSOS E PRÁTICAS DE HOTELARIA HOSPITALAR

Vagas disponíveis para trabalhar no Hospital Erastinho - Curitiba