Terceirização da Lavanderia Hospitalar


Seguindo as contribuições dos alunos do Curso de Hotelaria Hospitalar da HH Cuidar e Servir, chegou a vez da 
Gislaine Gomes, proprietária da Grow Care Consultoria e Gestão em Saúde falar sobre Terceirização da Lavanderia Hospitalar.





































A lavanderia hospitalar é o serviço responsável pelo processamento (higienização) das roupas hospitalares, bem como sua distribuição em condições de higiene e conservação das mesmas para toda a unidade hospitalar.

Sua eficácia e eficiência, refletem em aspectos como: controles de infecções, racionalização de tempo, racionalização de materiais, redução de custos operacionais, recuperação, conforto e segurança do cliente de saúde.

Atualmente, muitos hospitais, que tinham sua própria lavanderia hospitalar, passaram a optar pelo serviço terceirizado de higienização das roupas. Nesta nova modalidade de prestação de serviços, surgiram muitas opiniões, empasses e debates de prós e contras. Vou mencionar rapidamente um pouco de minha experiência e visão. 

Prós - Quando um hospital contrata o serviço terceirizado de lavanderia:

• Ganho de espaço físico para alocação de outros serviços
• Redução do quadro de colaboradores, influencia nos custos de orçamento do hospital;
• Reposição rápida e melhor gestão do enxoval;
• Possibilidade de acréscimo na quantidade de mudas de enxoval circulando no hospital, colaborando com o tempo de descanso da peça para uso;
• Trabalho a duas mãos: hospital e terceirizada;
• Gestão da água utilizada no processo (estações próprias de tratamento);
• Gestão terceirizada de inventário (quando a roupa é locada)

Prós - Quando um hospital tem lavanderia própria:

• Administrar seu próprio serviço;
• Reaproveitamento de enxoval;
• Possibilidade de melhoria constante no serviço a ser oferecido;
• Menor índice de relavagem.

A escolha de um serviço próprio ou terceirizado de lavanderia hospitalar dependerá de estudos feitos junto e pelo hospital; levantamento de custos; necessidade de novos espaços e ampliação de setores; reposição ou aquisição de equipamentos modernos para higienização; manutenção de equipamentos de lavagem ou equipamentos obsoletos; gestão de pessoas capacitadas e claro, “a cereja do bolo”, o conforto e segurança do paciente. Todos estes pontos devem ser ponderados em qualquer que seja a escolha.

Em muitos casos, a terceirização é a melhor escolha. E, no mercado, há grandes e excelentes empresas prestadoras desse serviço.

Autoria

Texto: Gislaine Gomes
Colaboração: Renata Baleotti
Curso de Hotelaria Hospitalar da HH Cuidar e Servir: acesse o link para inscrição https://lnkd.in/dq2cDJ7i

Comentários

Veja mais

Contatos e canais de contratação nos Hospitais

MANUAL DE INDICADORES DE HOTELARIA HOSPITALAR e CADERNO DE PROCESSOS E PRÁTICAS DE HOTELARIA HOSPITALAR

Vagas disponíveis para trabalhar no Hospital Erastinho - Curitiba