Como prover uma Hospitalidade para os Hospitais na palma da mão

Eu gosto muito de vir aqui trazer novidades do mercado e essa, acredito muito que ajudará tanto nos processos internos quanto na experiência do cliente de saúde.

O Sistema de Hospitalidade - Ninegrid já é utilizado em hotéis e, em clínicas e hospitais com certeza trará ótimos resultados como agilidade e praticidade em solicitações de pedidos além de informatizar esses proporcionando assim melhor controle da supervisão. O fornecimento de diversos tipos de informações num só lugar também é uma das vantagens. Tudo isso do próprio celular. Basta escanear um QR Code.

E o melhor, cada instituição configura as telas de acordo com sua necessidade.

Na segunda ilustração trago um modelo de um hotel que é facilmente adaptado à rotina de cada instituição.


O cliente de saúde pode ter acesso a variados tipos de informações sobre o hospital, cardápio, cafeteria, e solicitações como, enxoval, limpeza, manutenção, conversar com a/o nutricionista ou com algum supervisor de área, responder sobre sua experiência, etc.

Importante destacar que o uso dessa tecnologia também pode ser feita pelo cliente interno, como por exemplo nos pedidos de enxoval vindos da equipe de enfermagem.

Nos últimos 02 anos, além de exercer a profissão também tive a experiência como cliente de saúde (visitante/acompanhante de dois familiares em quatro hospitais diferentes). 

Estive do outro lado onde eu não estava acostumada a estar.

Antes eu pensava o que seria melhor para o cliente de saúde. Hoje escrevo o que eu gostaria de ter tido como cliente de saúde. Os hospitais que frequentei são excelentes. Mas essa tecnologia implantada teria me proporcionado uma experiência melhor ainda.

A Hotelaria pensa antes do cliente. Ela se antecipa. Ela sempre deve estar passos à frente do seu cliente.

Por exemplo, eu queria saber onde tinha uma farmácia que realizava entrega no hospital, eu queria saber onde ficava o local para retirada de exames, eu queria solicitar mais um cobertor, eu queria falar com a nutricionista, eu queria mais um cobertor, eu queria cancelar o meu jantar, eu precisava saber um local onde eu conseguiria imprimir um documento do meu familiar, entre outros. Em algumas vezes eu recorria à enfermagem para solução dessas questões, algumas vezes eu descia e me dirigia à recepção. Nem todos os quartos tinham a lista de ramais e já aconteceu também de uma ligação cair num determinado setor e o colaborador informar outro ramal para atendimento da minha solicitação.

Eu tinha que correr atrás de coisas que eu precisava. E tudo isso aliado ao um stress emocional enorme.
Sempre fui muito bem atendida. Mas teria sido mais fácil se eu tivesse essas soluções na palma da mão diretamente no meu celular.


Vou salientar também que o paciente que tem condições de mexer no celular também consegue acessar essa facilidade

E, um dos objetivos da Hotelaria Hospitalar é justamente otimizar o trabalho da enfermagem poupando-a de realizar trabalhos da equipe de apoio.


Sobre a autora

Renata é especialista em Hotelaria Hospitalar,

Interessada em Humanização hospitalar, realizou trabalhos em Hospitais públicos e privados.

Formada em Hotelaria e Turismo na UNAERP.

Trabalhou em grandes Hospitais como a Santa Casa de Sertãozinho e o Hospital CopaD’or (Rio de Janeiro).

Autora do Livro “Descomplicando a Hotelaria Hositalar”

Acredito que seja interessante para inspirar gestores. Mostrar que a humanização dentro de hospitais é possível. E que não precisa de grandes investimentos. Pra Humanizar, basta SER humano.

Renata Baleotti

Outros artigos de Renata:

Comentários

Veja mais

Contatos e canais de contratação nos Hospitais

MANUAL DE INDICADORES DE HOTELARIA HOSPITALAR e CADERNO DE PROCESSOS E PRÁTICAS DE HOTELARIA HOSPITALAR

Vagas disponíveis para trabalhar no Hospital Erastinho - Curitiba