GERENCIAMENTO DE ENXOVAL: UM TRABALHO DE EQUIPE X PERSISTENCIA


Artigo escrito por:
 Denise Franco da Silva Coletti


GERENCIAMENTO DE ENXOVAL: UM TRABALHO DE EQUIPE X PERSISTENCIA

Quando ouvi falar pela primeira vez em Gerenciamento de Enxoval fiquei muito curiosa, pois sempre fui apaixonada por este segmento da Hotelaria que é o setor de rouparia que cuida do enxoval como um todo. 

Minha formação foi para trabalhar em Hotéis, porém sempre atuei na área da saúde e com um olhar sempre diferenciado, quando me dei conta já estava envolvida com a área da saúde e com hotelaria hospitalar, 

que segundo TARABOULSI,2003:
 a hotelaria hospitalar, é uma tendência que veio para livrar os hospitais da “cara de hospital” e que traz a sua essência uma proposta de adaptação à nova realidade do mercado, modificando e introduzindo novos processos, serviços e condutas.

Gosto muito desta palavra Gerenciamento, pois entendo que quando temos gerenciamento de algo é porque temos o controle e controle é o que temos que ter quando falamos de enxoval hospitalar.


Comecei a implantar o meu conhecimento no hospital onde trabalho a 5 anos, constumo dizer que o nosso trabalho de gestor do setor da rouparia hospitalar é um trabalho de formiguinha, pois comecei a plantar a primeira semente quando entrei na empresa, adequando primeiramente o próprio setor, mostrando e ensinando para cada um dos nossos colaboradores que compunham a rouparia a importância do conhecimento sobre todo o enxoval peças por peças, começava aí o gerenciamento do meu enxoval.

Procurei identificar as causas da má utilização das peças antes de declarar guerra com os profissionais da enfermagem, pois afinal de contas eles são os nossos clientes. E o que fazemos com os nossos clientes? Tentamos entender as suas necessidades, sua rotina e trabalhar para atendê-las.

Montei um treinamento e apresentei para toda equipe da enfermagem e higiene, treinamento baseado no curso que fiz com a Ana Augusta Blumer Salotti e com a Diva MirandaTeixeira sobre Gerenciamento de Enxoval. 

A partir destes treinamento dei continuidade com a Educação continuada, e só venho colhendo frutos, pois entendo que a partir do momento em que as pessoas passam a entender o seu processo elas começam a dar mais valor, no nosso caso, valor em cada peça de enxoval. 

Teve uma mudança de comportamento muito grande em toda minha equipe e também na enfermagem, o que me ajuda bastante. Ao implantar melhorias, trabalhamos também com treinamentos de conscientização por meios dos impactos financeiros da utilização adequada.

Com todo esse trabalho de Gestão venho conseguindo manter a minha meta de evasão que é até 2%, realizando inventários a cada 2 meses.

Gosto muito da frase da Ana Augusta que diz 
“ Fazer mais com menos agregando qualidade, é função de um bom trabalho de gestão” 
 Ana Augusta Blumer Salotti 


Exemplo de má utilização do enxoval:
















Atendimento das Necessidades do Cliente (Enfermagem)


















Controle de Avarias





























Finalizo agradecendo a oportunidade de poder dividir um pouco do meu trabalho e o sucesso que tenho alcançado, Beijos.

Sobre Denise:





Denise Franco da Silva Coletti

Graduada em Turismo e Hotelaria

Especialização em Licenciatura

Atuando na área da saúde a mais de 10 anos

Atualmente trabalho em um hospital de médio porte na Hotelaria
Ministro treinamentos no hospital onde trabalho com a minha equipe (higiene e rouparia)




Comentários

Postar um comentário

Veja mais

Contatos e canais de contratação nos Hospitais

MANUAL DE INDICADORES DE HOTELARIA HOSPITALAR e CADERNO DE PROCESSOS E PRÁTICAS DE HOTELARIA HOSPITALAR

Vagas disponíveis para trabalhar no Hospital Erastinho - Curitiba